Informação sobre apnéia, causas, sintomas e tratamento da apnéia do sono, identificando o diagnóstico de apnéia do sono obstrutiva e central, com dicas que permitam a cada pessoa identificar este problema de modo a tomar medidas adequadas.


sexta-feira, 1 de agosto de 2014

O que é apnéia do sono

Apnéia obstrutiva do sono é um distúrbio respiratório relacionado ao sono, que envolve uma diminuição ou paragem completa do fluxo de ar, apesar de um esforço contínuo para respirar. Isto ocorre quando os músculos relaxam durante o sono, fazendo com que o tecido mole na parte de trás da garganta possa recolher e bloquear as vias respiratórias superiores, levando a reduções parciais (hipopnéias) e pausas completas (apnéias) na respiração que duram pelo menos 10 segundos durante o sono. Algumas pausas podem durar entre 10 e 30 segundos, mas algumas podem persistir por um minuto ou mais. Quando este último caso ocorre, pode haver reduções abruptas na saturação de oxigênio no sangue, com os níveis de oxigênio caindo tanto quanto 40 por cento ou mais em casos graves.
O cérebro responde à falta de oxigênio, alertando o corpo, e causando um breve despertar do sono que restaura a respiração normal. Este padrão pode ocorrer centenas de vezes numa noite. O resultado é uma qualidade de sono fragmentada, que muitas vezes produz um nível excessivo de sonolência diurna.
A maioria das pessoas com apnéia obstrutiva do sono, ronca alto e com frequência, com períodos de silêncio quando o fluxo de ar é reduzido ou bloqueado. Elas, então, parecem asfixiar, cheirar ou ofegar, produzindo sons quando as vias aéreas reabrem.
Uma medida comum de apnéia do sono é o índice de apneia-hipopnéia (IAH). Esta é uma média que representa o número combinado de apnéias e Hipopnéias que ocorrem por hora de sono.

Prevalência da apnéia obstrutiva do sono
• qualquer faixa etária pode sofrer de apnéia obstrutiva do sono, mas a prevalência aumenta  em pessoas de média idade ou de idade avançada.
• Sonolência durante o dia resultante de apnéia obstrutiva do sono ocorre em pelo menos quatro por cento dos homens e dois por cento de mulheres.
• Cerca de 24 por cento dos homens e nove por cento das mulheres têm sintomas respiratórios de apnéia obstrutiva do sono com, ou sem sonolência diurna.
• Entre 80 e 90 por cento dos adultos com apnéia obstrutiva do sono permanecem sem diagnóstico.
• Apnéia do sono ocorre em cerca de dois por cento das crianças e é mais comum em idades pré-escolares.

Índice dos artigos relativos a Apnéia do Sono
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL